Mari Bueno realiza turnê pela Europa em junho // Mari Bueno goes on tour in Europe in June

Mari Bueno realiza turnê pela Europa em junhoemail

Artista plástica mato-grossense participa de exposição em Milão, assiste conferência, visita bienal e ministra palestra
Suzana Machado/BW Comunica

A artista plástica mato-grossense Mari Bueno deve chegar a Europa no início do mês de junho para cumprir agenda de compromissos que inclui participação em exposição, palestra, conferência, visitas a museus e bienal. A turnê foi marcada logo após a conclusão da pintura de duas igrejas, uma em Lucas do Rio Verde e outra em Sorriso, no estado de Mato Grosso. Juntos estes trabalhos somam 475 metros quadrados de arte sacra realizados pela artista.
O primeiro compromisso será de 04 a 06 de junho, no norte da Itália, entre as cidades de Milão e Turin, no Mosteiro de Bose, onde participa da 13ª Conferência Internacional de Liturgia, que tem como tema “Arquitetura da Luz”. “Esta conferência contará com os principais palestrantes do mundo na área. É a primeira vez que participo do evento e a experiência será um complemento à minha especialização em arte sacra, uma vez que a conferência abrange arquitetura, liturgia e claro, arte sacra”, adiantou a artista plástica.
No dia 07 de junho Mari Bueno estará em Pádua, para a entrega do rosto de Morgagni, reconstruído pelo 3D Designer, Cicero Moraes e pintado pela artista. A peça será recebida pelo Dr. Nicola Carrara e Dr. Alberto Zanatta e ficará exposta no Museu da Universidade de Pádua. “Na oportunidade também visitarei a exposição na qual está o rosto reconstruído de Santo Antônio, trabalho realizado também pelo Cicero e o qual também pintei”, contou Mari.
A agenda em Pádua inclui ainda uma reunião com o Reitor da Basílica de Santo Antônio, Frei Enzo Poiana. A artista deve apresentar o projeto de arte sacra da Igreja Santo Antônio, de Sinop e entregar também uma carta do Bispo Dom Gentil Delazari. “Será um encontro para falar sobre o que existe de arte sacra em Mato Grosso, mais especificamente relacionado ao trabalho que realizamos e também estreitar os laços entre a diocese de Sinop e a basílica italiana”, declarou a artista plástica.
Na sequencia, Mari Bueno visita a Bienal de Veneza. “É a maior bienal de arte do mundo. Cerca de 89 pavilhões e a participação de 53 países. Esta turnê é toda voltada ao trabalho e nesses eventos vou em busca de novas informações e elementos”, complementou Mari.
De 15 a 21 de junho, Mari Bueno participa da exposição Arteinrete, no Oratório da Paixão, na Basílica de Santo Ambrósio, em Milão. “É uma exposição coletiva, com 13 artistas. Serei a única artista brasileira desse grupo e vou expor parte das obras que integram a exposição sobre a trajetória de Maria, que cumpre com o seu papel de ser uma exposição evangelizadora e catequética. Passamos por dois museus em Portugal com esse projeto, agora estaremos na Itália e existe a previsão de que essa exposição completa venha para o Brasil, em um primeiro momento para Sinop e Cuiabá e na sequencia para São Paulo”, informou Mari acrescentando que a exposição em Milão faz parte dos eventos paralelos que acontecem durante a Expo Milano, uma feira universal, na qual 140 países devem estar presentes.
De acordo com a curadora da Exposição, Elena Jelmoni, as obras da artista têm profundidade e sacralidade e são consistentes com as características do espaço em que serão expostas. “Apreciamos a arte da Mari Bueno. Olhando para suas obras, temos a percepção de movimento, elas não são estáticas, trazem a sensação de vida. Além disso, ela consegue imprimir em seu trabalho as características do Brasil, o sabor da sua terra, que os italianos amam tanto”, complementou Elena.
Durante a viagem, Mari Bueno também irá entregar no Museu de Arte de Chianciano, em Chianciano Terme, duas obras que irão participar da Bienal de Chianciano, na Toscana, em setembro. “São obras da temática sacra, baseadas no versículo 19;3 do livro de Genesis, nas medidas de 1,20 x 1,40 cm e que serão entregues no Museu de Chianciano. Esta é a segunda vez que sou convidada para participar da Bienal”, acrescentou a artista.
No dia 19 de junho, a brasileira ministra palestra sobre seu trabalho na Escola de Arte Sacra em Florença. O coordenador da instituição, Giancarlo Polenghi, afirma que a Escola não está comprometida com um estilo particular de arte e por isso tem interesse em saber o que está sendo realizado em termos de arte sacra em todo o mundo. “Acho o trabalho da Mari impressionante. Ela, a exemplo de outros artistas, tem combinado diferentes estilos em suas obras. A palestra será para alunos e professores. Estamos ansiosos para que ela compartilhe conosco suas experiências e ideias com relação à arte sacra”, concluiu Polenghi.
Mari Bueno deve retornar ao Brasil no dia 23 de junho.

Mari Bueno goes on tour in Europe in June

The artist from Mato Grosso takes part in a exhibition in Milan, attends conference, visits biennial and gives lecture

Suzana Machado/BW Comunica

The artist from Mato Grosso Mari Bueno will arrive in Europe by the beginning of June to carry out a series of commitments which includes the participation in a exhibition, lecture, conference, visits to museums and biennial. The tour was set shortly after the conclusion of the painting of two churches, one in Lucas do Rio Verde and another in Sorriso, in Mato Grosso state, together those artworks add up 475 square meters of sacred art performed by the artist.

The first appointment will be from June 4 to 6, in the north of Italy, between the cities of Milan and Turin, in Bose Monastery, where she takes part in the 13th International Conference of Liturgy with the theme “Light Architecture”. “This conference counts on the main lecturers of the world in the area. It’s the first time I take part of the event and the experience is going be a complement to my specialization in sacred art, once that the conference comprises architecture, liturgy and of course, sacred art”, anticipated the artist.

On June 7, Mari Bueno will be in Padua, for the delivery of Morgagni’s face, rebuilt by the 3D designer Cicero Moraes and painted by the artist. The piece will be received by Dr Nicola Carrara and Dr Alberto Zanatta and is going to be exhibited at the Museum of University of Padua. “On that occasion I will also visit the exhibition where Saint Antony’s rebuilt face is, the artwork was performed by Cicero and I’ve also painted” said Mari.

The agenda in Padua also includes a meeting with the Rector of the Saint Anthony Basilica, Friar Enzo Poiana. The artist will present the project of sacred art of Santo Antonio’s Church, in Sinop and also deliver a letter from Dom Gentil Delazari Bishop. “It is going to be an appointment to talk about what there is of sacred art in Mato Grosso, more specifically related to the work we’ve performed and also strengthen the bond between Sinop’s bishopric and the Italian basilica” stated the artist.

Following, Mari Bueno visits the Biennial of Venice. “It’s the biggest art biennial of the world. Around 89 halls and the participation of 53 countries. This tour is all focused on my work and at these events I search for new information and elements”.

From June 15 to 21, Mari will be a part of the Arteinrete exhibition, at Passion Oratory, in Saint Ambrose Basilica in Milan. “It’s a collective exhibition, with 13 artists. I am going to be the only Brazilian artist in that group and I am going to expose part of the artworks which integrate the exhibition about Maria’s history which fulfills its role of being an evangelizing and catechetical exhibition. We’ve passed by two museums in Portugal with this project, now we are going to be in Italy and there’s an anticipation that the complete exhibition comes to Brazil, at first to Sinop and Cuiaba following to Sao Paulo”, informed Mari, adding that the exhibition in Milan is part of the side events that happen during the Expo Milano, a universal fair where 140 countries will be present.

According to the curator of the Exhbition, Elena Jelmoni, the artist’s artwork have depth and sacredness and are consistent with this type of space in where they are exposed. “We appreciated the art of Mari Bueno. Looking at her work, you have the perception of movement, they are not static, they come to life. Lastly, they have all the flavor of her land, which the Italians love so much”, complemented Elena.

During the trip, Mari Bueno is also going to deliver, at the Art Museum in Chianciano, in Chianciano Terme, two artworks which will participate of the Chianciano Biennial, in Toscana, in September. “They are artworks with the sacred theme, based on the 19;3 versicle of the book of Genesis, measuring 1.20 X 1.40 m and that are going to be delivered at the Chianciano Museum. This is the second time I’ve been invited to take part in the Biennial” added the artist.

On June 19, the Brazilian will give a lecture about her artwork at Florence School of Sacred Art. The coordinator of the institution Giancarlo Polenghi affirms that the School is not commited to any particular style and that’s why they are interested in knowing what has been performed about sacred art worldwide. “I think Mari’s artwork is impressive. She, like other artists, has blended different styles in her artworks. The lecture will be for students and teachers. We are looking forward for her sharing with us her experiences and ideas in relation to sacred art”, concluded Polenghi.

Mari Bueno returns to Brazil on June 23.

 

Página 1 de 212