Brasileira embarca para exposição em Chiaciano na Itália

mato-grossense-vai-expor-no-museu-chianciano-na-it_0_300Nesta quinta-feira (6) a artista plástica Mari Bueno embarca rumo a Siena, na Itália, para participar do Prêmio Internacional de Arte Chianciano 2012, que será realizado no Museu de Arte Chianciano entre os dias 15 e 22 de setembro.

Dentre os 104 participantes, a artista mato-grossense será a única brasileira e conta com o apoio do Ministério da Cultura (Minc) para a realização da exposição.

“O Chianciano é um dos museus mais conceituados da Europa. Este apoio do MinC é muito importante já que é uma forma de divulgar o nome do Brasil em um ambiente tão renomado da arte”, explica Mari.

Para a exposição, que este ano tem como tema “A arte da mente”, as telas escolhidas por críticos de artes da Europa foram “Sob Feras”, “Sob Selvagem” e “Sob Flora”, pintadas em óleo sobre tela entre 2010 e 2011.

“Todas as telas retratam elementos amazônicos, a fauna e flora indígena, em uma linha surrealista. A pintura com essa ótica diferente é que fez com que as obras se encaixassem no tema da exposição”, afirma Mari.

Arte Sacra – A artista plástica vai aproveitar a passagem pela Itália para fazer um curso de aperfeiçoamento da Especialização em Arte Sacra e Espaço Litúrgico Celebrativo.

“Em Roma terei a oportunidade de aperfeiçoar conhecimento do trabalho que eu já realizo na arte sacra. O curso de Novas Técnicas de Mosaico em Arte Sacra é mais uma oportunidade de aprendizado”, explica Mari.

O Prêmio Chianciano – O Museu Chianciano é um dos mais conceituados da
Europa. Expõe obras de artistas como Durer, Munch, Magritte e Tiepolo. A cada dois anos realiza o Chianciano International Art Award com exposição de obras de mais de 100 artistas. Ao todo são mais de 3 mil metros quadrados de espaço para exposição.

Em 2010 a exposição recebeu mais de 10 mil visitantes que conheceram artistas da Coréia, Estados Unidos, Austrália, Egito e Israel.

A artista – Mari Bueno é uma artista plástica que mora em Sinop (MT). Duas temáticas se destacam em seu trabalho: Amazônica e Arte Sacra.

Além do acervo comercial, tem 17 telas premiadas no Brasil, Egito, Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Itália, Inglaterra e França (Museu do Louvre).

Algumas telas que serão utilizadas já estão disponíveis no ateliê Mari Bueno, que fica na rua das Pitangueiras, 1258, no Centro de Sinop. A visitação é aberta e gratuita a todo público de segunda a sexta-feira em horário comercial.
Duana Centenaro/Black & White Comunicação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *