Coroa do advento por Mari Bueno

coroa-do-advento-por-mari-bueno_0_300O advento é um tempo de preparação para a comemoração de dois grandes momentos: o Natal, data em que se celebra há dois mil anos o nascimento do Filho de Deus e a Parusia que é a esperada segunda vinda de Cristo. Para os cristãos é um momento de reflexão, no qual recebem, por meio do aprofundamento nos textos litúrgicos deste tempo, os meios de se purificarem para que possam celebrar dignamente o momento tão esperado.
A palavra vem do latim adventus que significa vinda, chegada. Nomeia um período que se inicia quatro domingos antes do Natal e termina no dia 24 de dezembro. Marcando também o início do Ano Litúrgico que começa com o primeiro domingo do Advento e termina no último sábado do Tempo Comum, que é na véspera do primeiro domingo do Advento. Diferente do ano civil que se inicia em 1º de janeiro e encerra em 31 de dezembro.

Em cada um dos quatro domingos do advento são trabalhados temas para proporcionar esta preparação, quando se recorda a dimensão histórica da salvação e o mistério da vinda do Senhor. É um momento precioso e indispensável para a humanidade se aprofundar neste mistério e perceber que vive em constante clima de advento, pois está sempre ansiosa a espera da manifestação cada vez maior do Reino de Deus. É um tempo de esperança, de renovação, de análise de tudo que passou durante o ano e de preparação para o que está por vir.

Um dos muitos símbolos deste período é a coroa do Advento que, por meio de seu formato circular e de suas cores, silenciosamente expressa a esperança e convida à alegre vigilância. A coroa teve sua origem no século XIX, na Alemanha, nas regiões evangélicas, situadas ao norte do país e depois adotada pelos católicos.

O círculo da coroa simboliza tanto a eternidade como a aliança de Deus com a humanidade, por intermédio de Cristo. A fita vermelha simboliza o amor de Deus que nos enlaça. Os ramos verdes simbolizam a esperança cristã na vida eterna, e as quatro velas, que vão sendo acesas uma a uma, a cada domingo de Advento, simbolizam a alegria da aproximação de Cristo – a LUZ DO MUNDO – que veio no Natal.

A primeira vela é a roxa, porque indica o tempo do Advento, tempo de penitência e conversão, exigidas na preparação para a chegada do Salvador. A segunda vela, de cor vermelha, está ligada a João Batista, que prega penitência e mostra presente entre os homens o Cordeiro de Deus. A vitória da luz passa pelo derramamento de sangue de Cristo. A terceira vela, de cor rosa, tradicionalmente está ligada ao terceiro domingo do advento chamado domingo “Gaudete” (Alegrai-vos), sinal de alegria pela vinda do Salvador. E a quarta vela, de cor branca, é ligada a virgem, que dará à luz um filho, Jesus Cristo.

Estes símbolos do Advento nos ajudam a mergulhar no mistério da encarnação e a vivenciar melhor este tempo que deve ser celebrado com sobriedade e profunda preparação para se comemorar com plena alegria a chegada do Natal de Jesus.
Por Mari Bueno *

* Mari Bueno é artista plástica especialisa em Arte Sacra e Espaço Litúrgico-celebrativo. Mora em Sinop há 32 anos e pinta telas retratando a amazônia a cultura local, além da arte sacra, incluindo as pinturas na catedral Sagrado Coração de Jesus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *